Uma mulher de 71 anos, foi encontrada sem vida na porta da casa onde morava, nesta quinta-feira (17), com sinais de violência no pescoço e no ombro esquerdo, em Serranópolis de Minas, no Norte do estado, um homem de 67 anos foi preso em flagrante suspeito de matar sua mulher a machadadas.

De acordo com a Polícia Militar mineira que compareceu no local após denúncia anônima, a mulher foi encontrada na calçada, com ferimentos no ombro esquerdo e um grande corte no pescoço, quase provocando a decapitação da vítima.

Segundo os militares, a vizinhança disse aos PM’s que o marido da vítima estava dentro da casa onde o casal morava. Ao ser abordado e questionado pelos policiais, o homem confessou o crime e afirmou que usou um machado para assassinar a esposa.

De acordo com o autor do crime, após uma discussão com a mulher durante a madrugada, ele pegou um machado para agredi-la. Ao tentar fugir, a vítima correu para a rua, momento em que o marido a perseguiu e a matou, deixando-a jogada na calçada.

O acusado, relatou ainda que após o crime, ele voltou para casa e guardou o machado na dispensa, deixando a vítima na rua.

Após levantamento de dados, a PM informou que o homem tinha registros em dois boletins de ocorrência (B.O) de ameaça contra a esposa, em 2013 e 2020. Ele foi preso em flagrante por homicídio e levado para a Delegacia de Porteirinha, onde o caso foi encerrado.

O local onde o crime ocorreu foi isolado e a perícia da Polícia Civil foi acionada, recolhendo o machado usado.

Ainda segundo os militares, nenhuma câmera de monitoramento próximo ao local conseguiu registrar a ação do autor. O homem também preferiu não acionar nenhum familiar.

As informações são do Portal Estado de Minas Gerais.