Manaus/AM- Um idoso de 79 anos foi preso por estuprar o próprio enteado, um jovem de 24 anos, que possui deficiência mental. A prisão ocorreu nesta segunda-feira (20), na Travessa Manjericão, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste.

O crime foi gravado por uma câmera de segurança instalada no quarto da vítima, por familiares que suspeitaram dos abusos.

O acusado, a esposa e o jovem moravam no Pará, mas estavam residindo na casa da irmã da mulher, desde junho deste ano, após ela ter sofrido um AVC. O casal estava junto há 37 anos e mãe do jovem nunca havia suspeitado dos estupros.

Segundo o delegado Torquato Mozer, foi a tia e a prima do rapaz que desvendaram o crime macabro.

“A vítima sempre reclamava de dores no ânus e familiares começaram a desconfiar que ele estava sendo abusado por alguém. E para surpresa dele, o abusador era o padrasto”, destaca.

O delegado conta que o rapaz tomava remédio controlado, mas  sempre que tinha momentos de lucidez, afirmava ter sonhado que era estuprado por um homem.

Diante disso, a prima resolveu instalar a câmera no cômodo, e no dia 25 de outubro, quando a mãe do jovem e a tia saíram para uma consulta médica, o idoso ficou sozinho com a vítima e a violentou.

Após descobrirem os abusos, a família denunciou o caso à polícia, mas desconfiado, o estuprador fugiu. Com a entrega das imagens, a Justiça decretou a prisão preventiva do acusado, mas ele não foi mais localizado.

Dias depois, ao tentar retornar para pegar documentos e ter o acesso à casa negado, o homem decidiu procurar a Delegacia do Idoso para denunciar os parentes.

A atitude ajudou a Polícia Civil a encontrá-lo e prendê-lo. Ele vai responder por estupro de vulnerável e deve permanecer preso.