TCE


Manaus celebrou a grandiosidade das artes circenses, deixando memórias inesquecíveis no público de mais de 600 participantes

Em Manaus, o II Festival Lona Aberta se tornou um marco na história da cultural local. Durante quatro dias, o Centro Cultural Barravento se transformou em um mundo de encanto, onde o clima da magia circense alcançou o público de mais de 600 pessoas, deixando memórias inesquecíveis e sorrisos radiantes no rosto do público.

Este evento cultural não apenas celebrou o circo, mas também uniu a comunidade em torno da paixão pela arte e entretenimento. O sucesso desta II edição do Festival, adicionou mais um capítulo emocionante à história da arte circense em Manaus. Os mais de 20 artistas locais e de diferentes estados do Brasil encantaram o público com suas habilidades, e a programação cativou pessoas de todas as idades.

O II Festival Lona Aberta ficou marcado pela pluralidade de artistas locais, representando uma cena circense muito diversa. Desde artistas veteranos, que já atuaram em circos de lona, até artistas formados pela Circo Escola Nacional, artistas de circo-teatro e artistas de rua, o festival reuniu talentos de diversas regiões do Brasil, como Ceará, Paraíba e Distrito Federal.

Jean Palladino, idealizador do festival, fez um balanço do evento. “Essa edição demonstrou que o Amazonas tem potencial para receber mais artistas que anseiam por conhecer o estado. Essa edição ficou marcada pela diversidade de artistas, e é isso que queremos fomentar para os próximos anos, variedade e respeito a cada linguagem dentro dessa arte milenar”.

Jean Palladino já adiantou que a terceira edição será mais grandiosa, com mais ações nas ruas e novas propostas temáticas para as noites de espetáculos.

“O princípio fundamental continuará sendo a difusão das artes circenses. O festival agora prevê alcançar novos espaços para se tornar cada vez maior. Queremos possibilitar que mais artistas de outros estados, bem como de outros países, possam participar. Nosso desejo é que o festival invada a cidade cada vez mais. No próximo ano, pretendemos realizar o evento de 23 a 27 de setembro, finalizando com uma grande distribuição de doces e um grande espetáculo de rua”, disse Jean.
Este projeto foi contemplado no edital “Thiago de Mello – Prêmio Manaus 2022 – Artistas e Profissionais da Cultura”, da Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

Ficha Técnica
Coordenação Geral: Jean Palladino | Direção Artística: Francine Marie | Produção Executiva: Ana Oliveira | Coordenação Pedagógica: Francine Marie | Equipe de Produção: Felipe Maya Jatobá, Marcelo Rosa e Anilton Santos | Staffs: Luis Carlos Martins, Marcelo Rosa, Bruna Thayná | Fotografia: Hamyle Nobre | Apresentador Oficial: Clayson Charles | Assessoria de Imprensa: Cultura Amazônica, Wagner Moreira, Yghor Palhano | Produção: Barravento Cultural | Apoio: Prefeitura de Manaus – Manauscult.

 

 

Fonte: Manauscult

Foto: Divulgação