TCE


A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), assinou, nesta quinta-feira, 4/1, duas portarias conjuntas com diversos órgãos municipais, estaduais e também do Poder Judiciário com o objetivo de subsidiar ações integradas de segurança durante o Carnaval e demais grandes eventos na capital.

Diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, destacou que as portarias atuarão em diversas frentes, incluindo a organização do trânsito, visando evitar acidentes e dar melhor fluidez a veículos particulares e ao transporte público na cidade.

“O papel do IMMU continua o mesmo: avaliar o local onde vai ser feito o evento – se é possível fazê-lo – especialmente em relação aos eventos de rua, porque precisa de autorização para o fechamento da via. O que muda, agora, principalmente no caso de grandes eventos, é que antes o processo todo começava no IMMU e depois passava para a Polícia Militar (PM). Agora esse processo começa com a PM, que vai verificar se há condição de segurança para a realização do evento e, depois, é realizada a análise pelo IMMU”, explicou Martins.

Paulo Henrique salientou que a mudança não significa que se a PM autorizar, o IMMU também irá autorizar.

“Nós vamos continuar verificando se aquela rua, onde foi solicitado o fechamento, pode ser fechada. Se houver tráfego de ônibus, nós não autorizamos, a não ser que haja condição de fazer o desvio. Verificamos se há capacidade operacional para atender o evento”, frisou o diretor-presidente.

— — —

 

Foto – Karol Silva / IMMU