Reprodução
Reprodução

As irmãs, Lorrandra da Silva Mendes, de 5 anos, e Isis Silva Nascimento Santos, de 6, foram encontradas mortas, abraçadas na cama, após um incêndio na residência da família em Cuiabá, nesse domingo. As duas foram intoxicadas com a fumaça.

Em entrevista concedida ao RD News, a mãe, Lenilza Gomes Miguel da Silva Mendes, disse estar “acabada” após a perda das filhas. “Não sei como vou conseguir. Meu esposo está aqui sendo forte. Não sei como vou continuar sem as minhas meninas”, desabafou. Os pais optaram por doar as córneas das crianças.

O incêndio teria ocorrido após um curto-circuito no ventilador. A mãe contou que, ao sentir um cheiro forte de queimado, foi ao quarto das filhas. “Nós as tiramos de lá, levamos para sala e ligamos para o Samu. Tentei acordá-las, mas não teve mais jeito”, explicou Lenilza.

A morte das meninas foi confirmada com a chegada dos médicos, elas apresentavam pequenas queimaduras pelo corpo. Para o controle das chamas, o Bombeiro foi acionado.

Como as irmãs era estudantes da escola municipal de Educação Básica do Campo (EMEBC) Herbert de Souza, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) e a secretária de Educação de Cuiabá, Edilene de Souza Machado, lamentaram a morte das crianças.

“É uma fatalidade. Aos pais e a família nosso mais sincero pesar. Rogamos a Deus que dê forças a essa família para superar esse momento tão doloroso e trágico”, declarou o prefeito.