Jovem morreu durante a noite de núpcias (imagem ilustrativa) — Foto: Matheus Ferrero / Unsplash

Uma jovem, de 18 anos, morreu precocemente, horas após seu casamento, em Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Isso porque, de acordo com a Polícia Militar (PM), ela veio a óbito durante a madrugada desta sexta-feira (11), enquanto estava em sua noite de núpcias.

Ainda conforme a entidade, a jovem havia oficializado a união pela manhã com o marido, de 29 anos. Pela noite, os dois voltaram para sua casa, em um bairro chamado Serra Dourada. Por lá, o casal estava mantendo relações sexuais quando, de repente, segundo o marido, a jovem começou a passar mal, tendo bastante dificuldade para respirar.

Rapidamente, disse à Polícia Militar o marido, ele chamou um carro via aplicativo de transporte para socorrer a mulher. No entanto, o motorista do veículo se recusou a levar o casal, pois notou que a mulher estava passando mal. Com informações do G1.

Por conta disso, ele precisou fazer uma nova chamada e, novamente, o condutor se negou a levar o casal até o hospital, alegando ainda que o certo era o marido acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o que foi feito.

A espera pelo Samu também foi longa. Isso porque, conforme a PM, o atendimento teria levado cerca de uma hora para chegar ao local. Os médicos constataram que ela teve uma parada cardiorrespiratória e chegaram a fazer manobras para reanimá-la.

No entanto, muito por conta da demora no atendimento, explicaram os médicos, a  jovem não conseguiu resistir e acabou morrendo. Após isso, o corpo da vítima foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML).