TCE

Durante a operação deflagrada pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), por meio da sua equipe de Fiscalização, entre a sexta-feira (3), e a madrugada de domingo (5), 20 condutores foram flagrados sob efeito de álcool. Outros 12 se recusaram a realizar o teste de alcoolemia.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) o condutor que for flagrado infringindo a lei, sofrerá com a penalidade de suspensão do direito de dirigir por 12 meses, o veículo será removido e pagará a multa de R$ 2.934,70.

Os condutores que se recusarem a realizar o teste do bafômetro também serão punidos, com as seguintes sanções: suspensão do direito de dirigir por 12 meses, além de multa no valor de R$ 2.934,70 e o veículo será removido.

As Operações Volante e Lei Seca, abordaram mais de 800 veículos, com autuação de 349 condutores, 20 remoções de motocicletas e sete automóveis.

“Nosso propósito é inibir e coibir qualquer infração de trânsito que comprometa a segurança viária, com foco veículos sem placas, descarga livre, condutores dirigindo sob efeito de bebida alcoólica, entre outros”, disse o coordenador-geral da Fiscalização do Detran-AM, Arthur Cruz.