STF - Supremo Tribunal Federal (Valter Campanato/Agência Brasil)


Duas ações sobre a obrigatoriedade da vacina foram julgada nesta quinta-feira (17) pelo Supremo Tribunal Federal (STF); até o fim da tarde, 8 ministros já votaram para que seja aplicadas punições para quem não optar receber as doses.

Segundo um site de notícias Globo, para a maioria dos ministros, a vacinação obrigatória não significa a vacinação “forçada” da população, que não pode ser coagida a se vacinar.

Os votos até agora foram do relator, Ricardo Lewandowski, Luís Roberto Barroso, Nunes Marques, Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Rosa Weber e Dias Toffoli.