Amazonas – Até esta terça-feira (8), o Governo do Amazonas havia contabilizado a vacinação de 58.319 crianças de 5 a 11 anos contra a Covid-19, com e sem comorbidades, em Manaus e no interior.

Das 58.319 doses aplicadas em crianças de 5 a 11 anos, 45.596 foram na capital e 12.723 no interior. A estimativa de crianças que compõem esse grupo é de 566 mil, em todo o estado.

“Precisamos muito que os pais acreditem na ciência, não morreu nenhuma criança em decorrência da vacina. A arma que nós temos mais poderosa contra a Covid-19 é a vacinação, então precisamos agora proteger nossas crianças, tendo em vista o início das aulas. É importante que essas crianças já comecem as aulas imunizadas”, afirmou Tatyana Amorim, diretora-presidente da FVS-RCP.

Ela destacou ainda a mobilização feita para que o Amazonas siga avançando em sua cobertura vacinal – agora, com foco no público infantil.

“Elas [as crianças] se contaminam e transmitem a doença, só agravam menos, hospitalizam menos. Mas, é como eu costumo dizer, por mais que nós tenhamos aí um número pequeno de óbitos e hospitalizações nessa faixa de etária de 5 a 11 anos, mas um representa 100% para aquela família. Então, vacinar neste momento os nossos pequenos é um ato de amor”, acrescentou Tatyana.

Volta às aulas

As aulas presenciais da rede estadual, em Manaus, retornam na segunda-feira (14/02), seguindo todos os protocolos de segurança em saúde, assim ocorreu nos últimos dois anos.

Desde 2020, a Secretaria de Estado de Educação e Desporto vem adaptando as instalações das unidades educacionais para levar os cuidados com a Covid-19 a toda a comunidade escolar.

As unidades receberam pias extras, equipadas com dispensadores de sabão líquido, papel-toalha e álcool em gel. Além disso, as escolas foram sinalizadas com informações sobre a lavagem correta das mãos, o compartilhamento de itens pessoais e o uso de máscaras.

Pontos de vacinação

Em Manaus, Governo do Amazonas e Prefeitura seguem dando continuidade à vacinação de crianças de 5 a 11 anos. Os pontos em funcionamento, assim como a documentação necessária, estão disponíveis no site da Semsa, por meio do link.