Manaus- A campanha de vacinação contra a Covid-19 terá 54 pontos de atendimento de segunda à sexta-feira, nos dias 8 a 12 de novembro. Serão 40 unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), quatro pontos estratégicos, três Caics (Centros de Atenção Integral à Criança), um Caimi (Centro de Atenção Integral à Melhor Idade), cinco shopping centers e na Feira Manaus Moderna. A lista com os endereços pode ser consultada no site da Semsa, pelo link http://bit.ly/localvacinacovid19, e nas redes sociais da secretaria @semsamanaus, no Instagram, e Semsa Manaus, no Facebook. Em todos os locais estarão disponíveis a primeira e segunda dose e a de reforço.

A Semsa alerta para os horários de atendimento nos pontos: nas unidades de saúde, nos Caics e Caimi, no da feira Manaus Moderna e nos estratégicos é das 9h às 16h, Nos shoppings Ponta Negra, Grande Circular, Manauara, Manaus Plaza e Sumaúma, das 11h às 21h. Nesta segunda (08) e terça-feira (09), o ponto de vacinação do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona Norte, não funcionará, voltando a atender na quarta-feira (10).

Documentos

A secretária da Semsa lembra que quem for receber a primeira dose, deve estar atento à documentação exigida: adolescentes de 12 a 17 anos precisarão estar acompanhados pelo pai, mãe, ou uma pessoa maior de 18 anos, que deverá assinar uma declaração de responsabilidade no verso da cópia do comprovante de residência. Também será necessário apresentar um documento de identidade ou certidão de nascimento, CPF ou Cartão Nacional do SUS (CNS). Quem tiver 18 anos ou mais, precisa levar o documento de identidade original, com foto, CPF e o comprovante de residência, com cópia.

No caso da segunda dose, só é preciso apresentar o documento de identificação, o CPF e a carteira de vacinação com o registro da primeira dose. Quem tiver perdido a carteirinha, pode comprovar pelo aplicativo ContecteSus, que pode ser instalado no celular. Adolescentes de 12 a 17 anos deverão estar com os pais ou um responsável maior de 18 anos.

Para a dose de reforço, no caso das pessoas de 50 anos e mais, é preciso apresentar o documento de identidade, CPF e a carteira de vacinação com o registro das duas doses. O mesmo vale para os trabalhadores da saúde. Os imunossuprimidos devem consultar nos cards nas redes sociais da Semsa o tipo de comprovação da condição de saúde que pode ser apresentado.