Após dois anos sem acontecer em Manaus por conta da pandemia, a Via-Sacra voltou a acontecer nesta sexta-feira santa (15). Com o aumento do controle da pandemia de Covid-19 e as pessoas com o esquema vacinal completo, a procissão retorna como uma celebração à importância de Jesus Cristo.

De acordo com a Arquidiocese de Manaus, a programação iniciou às 7h com a oração do Ofício Divino, seguida de Via-Sacra saindo da Catedral Metropolitana para o Santuário de Fátima, Avenida Tarumã, bairro Praça 14 de Janeiro.

Já às 15h, haverá a Celebração da paixão do Senhor no Santuário. Em seguida, os fiéis fazem o caminho de volta à catedral na procissão do Senhor Morto. A caminhada também estava suspensa e retorna em 2022.

Nesta quinta-feira (14), as celebrações já começaram. A Missa do Crisma ou dos Santos Óleos aconteceu às 9h, também na Catedral. E pela parte da noite, às 19h, acontece a Missa do Lava-Pés, seguida de vigília eucarística.

Arcebispo comemora retorno

O arcebispo de Manaus, Dom Leonardo Steiner, comemorou o retorno das celebrações nas ruas e garantiu que serão feitas de acordo com os critérios de segurança contra a covid-19.

“Nós, graças a Deus, poderemos fazer as nossas celebrações de maneira mais participativa, mas também com as manifestações públicas nas nossas ruas. Graças a Deus, chegamos a esse ponto devido a vacinação. E é claro que nós usaremos a máscara, usaremos o álcool necessário para higienização e teremos todos os cuidados”, afirmou o arcebispo.

Dom Leonardo ainda lembrou que durante os dois anos de pandemia, a fé teve que ser praticada dentro das casas e que é motivo de gratidão e celebração fazer isso nas ruas novamente, após o período turbulento da pandemia.

“Felizmente existe essa possibilidade de expressarmos publicamente a nossa fé, o que víamos fazendo dentro das nossas casas em família, agora poderemos fazer novamente nas nossas ruas. Isso é um motivo de alegria, de júbilo, motivo de gratidão a Deus, mas também motivo da gratidão a tantas pessoas que colaboraram e ajudando nesse tempo de pandemia, vacinando-se e incentivando os outros a se vacinarem, e também todos os cuidados nesse tempo”, destacou o líder da igreja católica em Manaus.

Última Via-Sacra

Na última Via-Sacra, em 2019, mais de 8 mil pessoas participaram da celebração que partiu da ‘Igreja da Matriz’, até o Santuário de Fátima, onde os fiéis chegaram por volta de 11h50. Foram quase três horas de uma emocionante peregrinação.

Foram percorridos cerca de três quilômetros, sob forte sol, com a condução de padre Hudson Ribeiro e da leiga Leila Picanço, com uma encenação bastante realista feita pelo grupo teatral Padre Cláudio Rossini, pertencente ao Santuário Nossa Senhora de Fátima.

Com informações do EM TEMPO