InícioPOLÍCIAMarido que atirou à queima-roupa em esposa em Manaus diz que não...

Marido que atirou à queima-roupa em esposa em Manaus diz que não queria matar

Sidney da Silva Cutierre Júnior, 30, decidiu se entregar para a polícia suspeito de assassinar a própria companheira, Daniela Ferreira da Silva, de 32 anos. O crime aconteceu no dia 21 de abril deste ano, no bairro São José Operário, zona leste. Ele disse que temia por sua vida, e já estava sendo procurado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

De acordo com a delegada Marília Campelo, no momento do crime, a vítima estava com a  filha do casal no colo, e levou um tiro no pescoço.

“Ele que já tem passagens por roubo, por furtos, inclusive usou uma arma caseira que ele tinha em casa para cometer outros delitos. Uma pessoa altamente periculosa, que em um momento de confraternização com a família, ele pega essa arma e dispara contra essa vítima.”, disse a delegada.

Em depoimento, a Campelo disse que Sidney afirmou que não tinha intenção de matá-la, mas “que no meio da confusão disparou de uma forma não intencional”, no entanto, a justificativa não condiz com as investigações.

“A motivação é a violência doméstica, relacionamento conturbado. A Daniela não tinha boletim de ocorrência, nenhuma das seis vítimas de feminicídio registrados em Manaus este ano tinham feito contra os suspeitos”, finalizou a autoridade policial.

Sidney irá responder por feminicídio.



Artigos Relacionados

LEIA MAIS