Manaus/AM –Thiago viana Gomes, 35, Giovane cordeiro Nascimento, 21, “Nego Jhonson”, e Breno Romário de Melo Leite, 28, foram presos na manhã de hoje (26), no bairro Japiim, zona Sul. Eles são suspeitos de integrar um tribunal do crime e decretar mortes de moradores do bairro e rivais.

Segundo a polícia, o trio pertence a uma facção criminosa e é responsável pela execução do morador Luiz Brasiliano de Souza, no dia 29 de maio deste ano.

Conforme o delegado Ricardo Cunha, o crime foi motivado pela revolta de Luiz ao ver o irmão sendo espancado após o “julgamento” do tribunal do crime.

“Essa vítima teve um irmão que realizava furtos ali na região e essa determinada facção decretou que esse irmão ia sofrer um corretivo. Essas pessoas que estão presas espancaram essa pessoa e o Luiz ao presenciar esse espancamento passou a realizar ameaças contra a facção dizendo que ia denunciar e que esses crimes não ficariam impunes e por isso ele foi executado”, diz Ricardo.

Luiz foi morto a tiros no meio da rua. Mas a lista de crimes dos criminosos não para por aí. Além de terem várias passagens por roubo, tráfico e homicídio, Brenno, Nego Johnson e Thiago também participaram do sequestro e tortura de um rival no Centro de Manaus.

Na época, o homem foi mantido em cárcere em um galpão e lá foi torturado por dias, até conseguir fugir pulando pela janela do prédio, em um momento de distração dos criminosos.

Ele caiu em cima de uma casa e sofreu várias lesões, mas conseguiu sobreviver. Outras pessoas que participaram do crime também estão sendo procuradas pela polícia.

Fonte: Portal do Holanda