Nesta quinta-feira (7), se comemora o dia do JORNALISTA, a CMM ( Câmara Municipal de Manaus ) realizou a cerimônia que homenageou os Portais e Blogs de Manaus. Mais de 80 empresários de comunicação participaram da solenidade.

Durante o evento foi realizada a união dos veículos de comunicação da capital pela Associação de Blogs e Portais do Amazonas (ABPAM), durante o evento os empresários decidiram  marcar as eleições para uma nova diretoria e presidência da Associação em breve, conforme divulgou o então presidente da associação Marcelo Generoso ( Portal do Generoso ).

Robson Teixeira foi o vereador que teve a ideia de homenagear os comunicadores, fizeram parte da mesa a vereadora Yomara Lins , o Secretário Municipal de Comunicação Israel Conte (representando o prefeito David Almeida), o Secretário Executivo Adjunto de Comunicação Digital Jhemisson Moura (representando o Governador Wilson Lima), o empresário Marcelo Generoso e a diretora do Portal CM7 Brasil, Cileide Moussallem.

Durante a cerimônia foram realizadas a entrega dos diplomas e placas de honra aos empresários donos de Portais e Blogs.

“Temos apenas um objetivo, mostrar que podemos construir um jornalismo puro, sem mácula e sem vícios seja de esquerda ou de direita,  nós empresários somos a porta de emprego que se abriu quando os jornais impressos declararam falência. Por tanto, merecemos mais que respeito, merecemos todas as honrarias. Não se preocupem, não temos a intenção de boicotar quem quer que seja e, já esquecemos todas as ofensas e ataques que sofremos por uma minoria que por terem diploma, se achavam donos da comunicação no estado e não são, muitos dependem de nós, OS EMPRESÁRIOS”, salienta Generoso.

 

Por que o Dia do Jornalista é comemorado em 7 de abril?

 

Você sabe o motivo pelo qual o Dia do Jornalista é comemorado hoje? Foi nessa data que o imperador Dom Pedro I abdicou do trono brasileiro, em 1831. Mas o que a renúncia de um líder de um país tem a ver com nossa profissão?

 

É porque 100 anos depois do primeiro imperador brasileiro deixar seu cargo, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI) prestou uma homenagem ao jornalista e médico Giovanni Battista Líbero Badaró, um dos principais oposicionistas de Dom Pedro.

 

Badaró foi morto a tiros por inimigos políticos no dia 22 de novembro de 1830. O crime ocorreu na rua de sua casa, a antiga Nova São Jose , onde hoje fica a rua Líbero Badaró, na região central da cidade de São Paulo. O jornalista era proprietário do “Observador Constitucional”, veículo que defendia ideias liberais e se opunha ao reinado de Pedro I.

 

Instantes antes de sua morte, o jornalista disse: “morre um liberal, mas não morre a liberdade”. O assassinato aumentou ainda mais a crise que começava a se instaurar no império de Dom Pedro I. A revolta de populares e políticos contrários à repressão do monarca tornaram sua permanência no poder cada vez mais perigosa, uma vez que atos violentos estavam acontecendo frequentemente. Esse foi um dos fatores que levaram à renúncia de Dom Pedro em 7 de abril.

 

Foto : Portal CM7