É comum usar a criatividade para pagar certas dívidas, algumas pessoas recorrem a parcelamentos, permutas e até prestação de serviços, mas uma devedora resolveu pagar de uma forma mais inusitada. O Tribunal Constitucional da Espanha acatou o pedido de uma mulher de pagar com sexo oral uma dívida de cerca de 100 mil com um ex-cunhado.

Conforme informações do Estado de Minas, a justiça espanhola autorizou o “método de pagamento”, desde que as relações sexuais fossem consensuais. Com o acordo feito, a mulher conseguiu liquidar a dívida de 96,3 mil com o ex-cunhado através de “atos de sexo oral” durante 16 meses.

O caso voltou à Justiça tempos depois, após a mulher começar a recusar acordo por se sentir psicologicamente obrigada. O ex-cunhado voltou a exigir que o restante da dívida fosse paga em dinheiro. Como ela nunca procurou a justiça para denunciar por coerção sexual, a Just; iça concluiu que o acordo foi consensual e que a dívida estava paga.

Fonte: EL PAIS