Uma mulher, de 53 anos, foi encontrada amarrada a uma cova em Barro Preto, no sul da Bahia, após ter sido enterrada viva pelo companheiro. Valdenice Alves de Novais estava desaparecida desde 29 de novembro, sendo localizada pela polícia na quinta-feira (9) em uma região de mata, depois que o agressor confessou o crime à polícia.

A vítima foi encontrada com lesões, desidratação e sinais de confusão mental. Ela passou a noite em observação em um hospital da região sendo liberada. O agressor, com quem a vítima mantinha um relacionamento há seis meses, está preso. As informações são do jornal O Globo.

Segundo Investigadores da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itabuna e da Delegacia Territorial (DT) de Barro Preto, o homem manteve Valdenice em cárcere privado e, após uma briga motivada por ciúme, decidiu enterrá-la viva.

De acordo com a irmã da vítima, que preferiu não se identificar, a mulher desapareceu depois que saiu para passar uma semana com o namorado. O agressor confessou ter cometido o crime por ciúmes e decidiu “castigar” a namorada porque supostamente ela queria ficar com outro homem.

Fonte: Terra