Segundo denúncia feita pela vereadora Michelle Tabilo, da Câmara Municipal de Estação Central, uma vizinha sua teria engolido um chip de rastreamento de cachorro após consumir um churrasquinho de rua. O fato aconteceu no Chile

Ao ingerir a carne com o chip dentro, a mulher sentiu fortes dores no estômago tendo que ser hospitalizada.

Na terça-feira (5), a Câmara Municipal tomou conhecimento do fato. Michelle publicou em suas redes sociais um alerta dizendo:

“Caros vizinhos: ontem (…) denunciei o caso de uma vizinha que consumiu um churrasquinho vendido na rua; Ela chegou ao hospital com uma dor de estômago e, infelizmente, tinha um chip de um cachorrinho no estômago dela.”

Após o comunicado, a Câmara Municipal reforçou, fazendo um apelo para que as pessoas não consumam produtos vendidos na rua. A vereadora afirmou ter solicitado uma “vigilância de alimentos no comércio ilegal”, para que casos como este não voltem a afetar a população.

O Cadastro Nacional de Posse Responsável de Animais de Estimação de Companhia informou que disponibiliza o serviço de identificação de cães e gatos domésticos, caso ocorra a perda do chip de rastreamento.

O microchip de identificação é uma pequena cápsula, do tamanho de um grão de arroz (…) dito código.”

Fonte: https://portaldos3.com.br/mulher-passa-mal-apos-engolir-chip-de-rastreamento-de-animal-em-churrasco-de-rua/