Em 2020, Rose decidiu fazer uma surpresa para o marido: chamou uma outra mulher para sexo a três com ele. Era um presente de aniversário para o homem com quem teve dois filhos.

Durante a aventura sexual, a mulher de 36 anos se descobriu lésbica. Deixou o marido, que tentou apelar sem sucesso para os pais de Rose, que são católicos ultraconservadores. Agora, Rose está vivendo com uma mulher que ela conheceu um ano atrás.

Rose se define como uma “lésbica tardia”, conforme contou ao “New York Post”. A americana, que se mudou da Califórnia para o Oregon, onde mora com Jacqui, declarou que a experiência sexual a três a fez descobrir que o relacionamento com o marido era “superficial”.

A americana declarou que sempre fora infeliz no casamento, mas não conseguia explicar o porquê.

No TikTok, Rose costuma comentar a revolução que o ménage a trois provocou na sua vida. A experiência a fez perceber o que estava perdendo. Na rede social, ela se converteu em ativista de saúde mental.

“Experimentando essa interação íntima com uma mulher pela primeira vez, a profundidade física e emocional foi muito intensa. Eu estava tipo: Oh meu Deus, isso é o que está faltando. Depois de estar com aquela mulher, eu disse a mim mesma: É por isso que tenho sido tão infeliz no meu casamento”, falou ela ao “Post”.

“Meu relacionamento com meu marido, emocionalmente, parecia tão superficial e solitário em comparação com minha conexão com a mulher”, emendou.

Rose, que agora se identifica como ateia, diz que foi criada para acreditar que “todos os gays vão para o inferno”.

Com informações: https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mulher-faz-sexo-a-tres-com-marido-descobre-se-lesbica-e-termina-casamento/