Foto: Reprodução

Uma atendente de uma das maiores redes de supermercados dos Estados Unidos resolveu pedir demissão de forma única. Ela utilizou o alto-falante do supermercado e falou para todos ouvirem que estava se demitindo e aproveitou o momento para também dizer que uma série de verdades para seus colegas de trabalho: indo desde acusações de assédio sexual a racismo por parte da gerência do supermercado.

O pedido de demissão e todas as acusações foram gravados por ela mesmo, que depois publicou o momento na rede social TikTok. O vídeo já foi vizualizado mais de 34 milhões de vezes, tendo até mais de 100 mil comentários.

“Atenção todos os clientes, funcionários e gerentes do Walmart, meu nome é Shana, do setor de estoque, e eu só queria dizer que Henry é um racista. Giovana é uma racista, Lia é uma gerente tola. Essa empresa demite funcionários negros sem motivação. Essa empresa trata os funcionários como nada, principalmente os do estoque. Jimmy, da seção de esportes, Joseph do caixa e Larry do departamento de jardinagem vocês são todos uns pervertidos e espero que não falem com suas filhas do mesmo jeito que falam comigo. Que se danem os gerentes, a empresa, esse cargo e a preguiçosa da Chris. Eu me demito”, disse a atendente, identificada como Shana. Confira o vídeo:

@shanablackwell

And here is the video of me quitting my toxic, sexist, racist workplace. #walmartchallenge #fyp #viral #walmart #walmarthaul #walmartfindspart1

♬ original sound – Shana