TCE


O São Paulo perdeu seu treinador logo no segundo dia de pré-temporada. Dorival Júnior aceitou o convite da CBF para assumir a Seleção Brasileira e, com isso, a diretoria tricolor se movimenta nos bastidores para definir um substituto. A multa rescisória do técnico, paga pela CBF, ajudará o clube em sua procura no mercado.

O São Paulo receberá da CBF o equivalente a três salários de Dorival Júnior. O valor exato não foi revelado, mas é algo entre R$ 3,5 e R$ 4,5 milhões. A cifra provavelmente também será destinada para o pagamento da multa rescisória do novo treinador, já que os dois favoritos para preencher a vaga estão empregados.

O “plano A” do São Paulo é Juan Pablo Vojvoda. O treinador do Fortaleza, entretanto, sempre prezou pela sua estabilidade no clube e o trabalho de longo prazo conduzido com o presidente Marcelo Paz.

António Oliveira, do Cuiabá, é outro nome avaliado pela alta cúpula tricolor pela boa campanha realizada pelo clube mato-grossense na última temporada, ficando, inclusive, logo atrás do São Paulo na tabela do Campeonato Brasileiro, em 12º lugar.

Os próximos passos para contratar um novo treinador deverão ser intensificados a partir desta segunda-feira, quando a diretoria, após traçar as estratégias necessárias, deverá ir, de fato, ao mercado com propostas.

Enquanto o novo treinador não é contratado, o filho e auxiliar técnico de Dorival Júnior, Lucas Silvestre, ao lado do também auxiliar Pedro Sotero, comandará a pré-temporada do São Paulo, cuja estreia oficial na temporada acontecerá em 12 dias, contra o Santo André, no Morumbi, às 20h (de Brasília), pelo Paulistão.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Foto: Divulgação