Brasilienses enfrentam filas no último dia para regularização da situação com a Justiça Eleitoral.

Manaus – Iniciando a contagem regressiva para o fechamento do cadastro eleitoral, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas, desembargador Wellington Araújo, determinou a realização de um grande mutirão sem agendamentos.

A partir de segunda-feira (2), funcionará, no Centro de Convenções Vasco Vasques, a Central de Atendimento ao Eleitor. Das 08 às 17h até o dia 4 de maio, o eleitor poderá regularizar sua situação junto à JE para votar em 2022.

Os atendimentos nos mesmos horários, até o prazo final estabelecido pelo Superior Tribunal Eleitoral (TSE) também continuarão sendo realizados nos Cartórios Eleitorais do Tribunal (capital e interior) e nas duas Centrais de Atendimento ao Eleitor no Fórum Eleitoral de Manaus.

O desembargador Wellington decidiu, ainda, que o TRE-AM abrirá as portas no sábado e domingo, ou seja, neste final de semana (dias 31/04 e 02/05), para realizar os serviços presenciais. A Constituição Federal estabelece, no seu artigo 14, que o alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para aqueles com idade entre 16 e 17 anos e os maiores de 70 anos.