InícioAMAZONASNo dia de Santo Antônio, Roberto Cidade relembra leis de sua autoria...

No dia de Santo Antônio, Roberto Cidade relembra leis de sua autoria que beneficiam festejo e a população de Borba

No dia em que Borba (distante 151 quilômetros de Manaus) está em festa em razão do dia do padroeiro, Santo Antônio, o deputado estadual Roberto Cidade (UB), de forte identificação com a região do Madeira, faz memória das leis de sua autoria que homenageiam o santo e a população borbense.

São de autoria do deputado presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) as Leis nº 5.975/2022, que declara o Festejo de Santo Antônio de Borba como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do Estado do Amazonas; e as que reconhecem a estátua de Santo Antônio de Borba (Lei n° 4.987/2019) e a Basílica de Santo Antônio de Borba (Lei n° 5.011/2019), como patrimônios de relevantes interesses cultural e turístico do Estado.

“Tenho forte identificação com a região do Madeira, com o município de Borba e, para mim, é motivo de muita alegria poder legislar em favor de demandas tão significativas para a população borbense. O Festejo de Santo Antônio de Borba tem um simbolismo para o município e para o Estado indiscutíveis. Esse conjunto de leis garante a continuidade dessa celebração religiosa tão marcante e importante para Borba e para todo o Amazonas”, disse.

Bispo da Prelazia de Borba, Dozenildo Pereira da Silva, destacou, em entrevista a veículos de comunicação, que o festejo aquece a fé do povo borbense. “Todos os anos, Borba recebe devotos de municípios vizinhos e de outros estados, que costumam participar. É sempre a festa da palavra, a festa da esperança, a festa da fé. É uma festa muito animada que aquece a fé, anima a esperança do nosso povo devoto de Santo Antônio”, declarou o bispo Dozenildo.

Patrimônio material, histórico e cultural

Patrimônio material, histórico e cultural é definido como o conjunto de bens culturais, móveis ou imóveis, cuja conservação seja de interesse público, quer por sua vinculação a fatos memoráveis da história, quer por seu excepcional valor arqueológico, etnográfico, bibliográfico ou artístico.

A partir do reconhecimento por meio de Lei, o patrimônio passa a ser protegido e perpetuado, não podendo ser extinto ou destruído.

Em Manaus

Na capital, a Paróquia de Santo Antônio também tem merecido atenção do deputado Roberto Cidade. Resultado de emenda de autoria do parlamentar, a comunidade do bairro da zona Oeste ganhou, em junho de 2022, uma capela multifuncional para ser usada em novenas, velórios e demais apoios aos moradores da área.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Deputado Roberto Cidade

Foto: Divulgação

 



Artigos Relacionados

LEIA MAIS