TCE


Problema de saúde pública, essa condição afeta a qualidade de vida e bem-estar das pessoas

O mês de outubro é marcado por ações de prevenção a obesidade. A doença é um problema global que afeta milhões de pessoas em todo o mundo e representa um desafio crescente para a saúde pública, pois está relacionada a uma série de comorbidades.

Atualmente 56,8% da população brasileira apresenta excesso de peso, incluindo pessoas com sobrepeso e obesidade (IMC ≥ 25 kg/m²), com picos de 68,5% na faixa etária de 45 a 54 anos e 40,3% entre jovens de 18 a 24 anos. Os dados são do Covitel, Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis em Tempos de Pandemia.

Michele Arruda, nutricionista da Hapvida NotreDame Intermédica, afirma que isso se deve a hábitos alimentares errados e sedentarismo. Por isso, o Dia de Prevenção da Obesidade é uma data importante para que as pessoas se conscientizem sobre a gravidade do problema.

“O estilo de vida tem adoecido a população. Além dos fatores genéticos, o aumento no consumo de alimentos industrializados e o estresse são causas adicionais associadas à obesidade”, explica Arruda.

Entre as complicações, a doença pode resultar no desenvolvimento de diabetes tipo 2, hipertensão arterial, apneia do sono e certos tipos de câncer. Além disso, fatores psicológicos relacionados ao estigma que muitas vezes acompanha a obesidade.

“A rotina alimentar equilibrada e hábitos saudáveis fazem com que as crianças cresçam saudáveis. Estimular uma atividade física e ter em casa frutas, salada e verduras estimula a família a consumir alimentação saudável. A adoção desses hábitos ajuda na prevenção de doenças e da obesidade”, ressalta Michele.

Sobre a Hapvida NotreDame Intermédica
A fusão entre a Hapvida e a NotreDame Intermédica, em fevereiro de 2022, levou à criação da maior empresa de saúde e odontologia da América Latina. Com 78 anos de experiência a partir das aquisições durante sua história no país, a companhia possui mais de 65 mil colaboradores, atende cerca de 16,1 milhões de beneficiários de saúde e odontologia e têm à disposição a maior rede própria de atendimento com um sistema integrado que conecta as unidades das cinco regiões do país. Todo o aparato foi construído a partir de uma visão abrangente e integrada, voltada ao cuidado da saúde por meio de 85 hospitais, 77 prontos atendimentos, 331 clínicas médicas e 271 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial, além de unidades especificamente voltadas ao cuidado preventivo e crônico. Desta combinação de negócios, apoiada em qualidade médica e inovação, resulta uma empresa com os melhores recursos humanos e tecnológicos para os seus clientes.

 

Fonte: F5 Comunicação

Foto: Divulgação