Foto: Leonardo Fernandez

Sérgio Garrido venceu o ex-chanceler Jorge Arreaza

Um candidato de oposição na Venezuela ganhou a eleição para governador do estado de Barinas, terra natal do ex-líder Hugo Chávez, encerrando 22 anos de governo do Partido Socialista na região.

A eleição em Barinas não altera o controle da maioria dos estados do país pelo Partido Socialista, mas representa vitória simbólica para a fragmentada oposição.

“O triunfo é para Barinas e para toda a Venezuela”, disse o candidato de oposição vitorioso Sérgio Garrido à Reuters.

No ano passado, Argenis Chávez – irmão do ex-líder – disputou a eleição pelo partido do governo em novembro, mas não saiu vitorioso.

A Suprema Corte então determinou que a eleição fosse repetida, após desclassificar a candidatura de oposição de Freddy Superlano. A decisão seguiu um decreto feito pela Controladoria-Geral do país em agosto, afirmando que Superlano estava sendo investigado administrativamente e não estava apto a concorrer.

O irmão de Chávez desistiu da disputa e foi substituído pelo ex-ministro das Relações Exteriores do país Jorge Arreaza, que competiu com Garrido.

Sérgio Garrido conquistou 55,36% dos votos, enquanto Arreaza recebeu 41,27%, afirmaram os representantes estaduais de Barinas no Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela, em mensagem divulgada no canal estatal de televisão.

O estado tem cerca de 600 mil eleitores registrados.

O Partido Socialista conquistou 19 governos dos 23 estados da Venezuela em novembro, enquanto a oposição venceu em três.

O partido governista viu o número de votos recebidos cair para 3,9 milhões nas eleições de novembro, de acordo com as autoridades eleitorais, ante 5,9 milhões durante as eleições regionais de 2017.

 

Fonte: Agencia Brasil

Foto: Leonardo Fernandez