TCE


Alviverde ficou no resultado igualitário com a Raposa, mas conseguiu o décimo segundo título brasileiro da história

É Campeão! Pode comemorar torcedor, o Palmeiras é dodeca campeão brasileiro após empatar com Cruzeiro por 1 a 1, com gols de Endrick e Nikão, no Mineirão. Longe do Allianz, o Alviverde conquistou mais um troféu para a sua galera, no entanto, com muitos torcedores que viajaram para BH para ver de perto mais uma taça do torneio nacional.

Agora, o Palmeiras conquistou seu terceiro troféu no ano, antes já havia sido campeão do Paulistão e da Supercopa do Brasil. Além disso, na Era Abel Ferreira, que iniciou em 2020, foram nove títulos ao todo, sendo duas Libertadores, uma Copa do Brasil, dois campeonatos paulistas, uma Recopa, uma Supercopa do Brasil e dois campeonatos brasileiros.

Palmeiras abre o placar e fica mais próximos do título

O Alviverde já entrou sentindo o clima de mais uma taça. Sabendo das grandes chances de ser campeão, o time palestrino foi conduzindo o jogo e abriu o placar aos 20′, com Endrick.

A situação do clube de Abel Ferreira ficou ainda melhor quando notou que Atlético-MG e Flamengo, que poderiam ganhar o título remoto, iam perdendo seus respectivos jogos.

Tranquilo, o Palmeiras foi apenas administrando o resultado. O Cruzeiro até teve boas chances, mas Weverton defendeu, garantindo a vantagem para o time palestrino.

Palmeiras controla o Cruzeiro, leva o empate, mas fica com o título brasileiro

O Palmeiras já chegou levando perigo logo aos 2′, com Endrick, mas Rafael Cabral fez a defesa. Na sequência, a Raposa chegou com perigo duas vezes. Primeiro Japa chegou, depois Matheus Pereira e Arthur Gomes tiveram chances, mas desperdiçaram.

Aos 22′, a jogada foi de Raphael para Rafael. Veiga mandou um belíssimo chute ao gol, mas Cabral, bem posicionado, evitou o segundo tento do Alviverde.

Com o título praticamente conquistado, o Palmeiras promoveu a estreia do jovem Estevão, que fez seu primeiro jogo com a camisa do Alviverde como profissional.

Aos 34′, Nikão, que recém havia entrado para seu último jogo com a camisa do Cruzeiro, empatou o jogo.

Apesar do resultado igualitário, não foi o suficiente para tirar o título das mãos do Palmeiras. O Alviverde já estava com as mãos na taça e ergueu em pleno Mineirão seu décimo segundo título nacional.

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras

Local: Estádio do Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data e hora: quarta-feira (6), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)

Cartões amarelos: Richard Rios (Palmeiras); Lucas Silva (Cruzeiro)

Gols: Endrick aso 20’/1T (Palmeiras)/ Nikão aos 34’/2T (Cruzeiro)

CRUZEIRO: Rafael Cabral; William, Luciano Castán, João Marcelo e Marlon (Kaiki); Ian Luccas (Fernando Henrique), Lucas Silva (Nikão) e Japa; Matheus Pereira, Bruno Rodrigues e Arthur Gomes (Robert). Técnico: Paulo Autuori.

PALMEIRAS:  Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez e Murilo; Mayke (Estevão), Zé Rafael (Fabinho), Richard Ríos (Atuesta), Raphael Veiga e Vanderlan; Endrick (Flaco López) e Breno Lopes (Artur). Técnico: Abel Ferreira.

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação