Amazonas –  A prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes, participa nesta quarta-feira (11), em Brasília, da mobilização no Congresso Nacional em defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM). O município diretamente afetado, caso seja mantido o decreto do governo federal que zerou alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) do polo de concentrados, tirando a competitividade das empresas instaladas no Amazonas.

“Estarei presente para defender os direitos dos 1mil trabalhadores do nosso município que perderão seus empregos, e não terão mais como sustentar suas famílias, caso a Agroindústria Jayoro fique sem ter para quem vender sua produção e feche suas portas, o que acontecerá se o Polo de Concentrados da ZFM for inviabilizado em nosso estado”, afirma Patrícia Lopes.

De acordo com a prefeita, além do impacto direto na vida dos trabalhadores e de suas famílias, o fechamento da empresa acarretará sérios prejuízos econômicos e sociais ao município, que sofrerá uma perda de, pelo menos, 30% na sua arrecadação.