TCE


Indivíduos estavam encarcerados na 36ª DIP de Rio Preto da Eva_

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), com o apoio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), realizou neste domingo (06/11), por volta das 8h, a transferência de 21 indivíduos que estavam presos na carceragem da DIP para a capital.

Conforme o delegado Henrique Brasil, titular da 36ª DIP, os homens respondem por diversos crimes, entre eles tráfico de drogas, roubo e homicídio, estupro de vulnerável e latrocínio. A decisão da transferência foi solicitada à Justiça após rumores de uma possível rebelião.

“Nossa equipe percebeu que os detentos iniciaram uma greve de fome e que isso poderia se transformar em uma possível rebelião. Por isso tomamos as medidas necessárias antes que ocorresse uma situação que colocasse em risco a vida dos policiais e dos próprios encarcerados”, destacou a autoridade.

*Decisão judicial e procedimentos*
A decisão judicial foi deferida na sexta-feira (04/11), pela juíza da 2ª Vara de Execução Penal, Sabrina Cumba, após manifestação positiva do juiz Carlos Jardim, titular da comarca de Rio Preto da Eva. Os presos foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória de Manaus I (CDPMI).

*FOTOS:* Divulgação/PC-AM

*MATERIAL EM VÍDEO*
*Conteúdo:* Imagens de apoio
*Link:* https://we.tl/t-e7HDW6jeVu

*Informações para a imprensa:* Assessoria de Comunicação da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM): Milena Reis (98202-2576), Evelyn Lira (98531-1416) e Anderton Cardoso (98125-0863).