Manaus/AM – O pintor Adailson Ferreira da Silva, de 30 anos, foi assassinado após cobrar uma dívida de R$ 100, na noite de domingo (28), na rua Massaranduba, Monte das Oliveiras, Zona Norte da capital.

Segundo a polícia, a família de Adailson contou que ele havia vendido um celular para o suspeito do crime, que não havia lhe pagado. O pintor, então, sugeriu que o suspeito, que era vendedor de perfumes, quitasse a dívida com o produto.

O suspeito não aceitou e começou uma discussão com Adailson. Ele saiu do local e depois retornou com uma faca e cravou no peito da vítima, que chegou a ser levada para o SPA Galiléia, mas não resistiu e morreu.

A polícia busca pelo suspeito.