Além de mais estrutura no atendimento dos Caics, senador Omar Aziz ouviu de moradores de diferentes zonas de Manaus que programas sociais para este público fazem falta no combate à criminalidade

Reunido com lideranças das zonas Norte, Leste e Centro-Oeste de Manaus, o senador Omar Aziz (PSD) tirou a manhã deste sábado, 02/10, para ouvir as principais demandas da população. O também coordenador da bancada amazonense no Congresso Nacional prestou contas dos trabalhos no Senado Federal e discutiu os principais problemas do Amazonas com apoiadores e com os vereadores Eduardo Assis e Lissandro Breval, principalmente, os relacionados a atenção e desenvolvimento de crianças e adolescentes.

No Novo Israel, Zona Norte, o parlamentar foi recebido pela presidente do Bairro, Francidalva Machado, que representa as famílias de cinco comunidades na região. No local, o senador se deparou com a situação de um Centro de Atenção Integrada à Criança (Caic), que não atende totalmente a demanda da população, pois opera com poucos profissionais e horário reduzido.

A representante comunitária alerta que a falta de segurança também tem dificultado os trabalhos dos profissionais de saúde que atuam na área e pediu um policiamento mais ostensivo. Além de pouco policiamento, a população denunciou que o 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que deveria atender a região, atualmente encaminha todas as ocorrências para o 6º DIP, na Cidade Nova.

Na Zona Leste, senador Omar Aziz conheceu o Instituto Comunitário Desportivo Social e Cultural São José, uma iniciativa das lideranças locais para oferecer uma opção de lazer e evitar que jovens sigam o caminho da criminalidade. Criado por Jhonny Mendes, o instituto oferece aulas de futebol e outras atividades educativas para crianças e adolescentes. São mais de 270 famílias beneficiadas pelo projeto, que dá oportunidade para descobrir novos talentos no esporte. Mendes explicou que o desempenho escolar das crianças é um dos requisitos para elas continuarem nas aulas de futebol e salientou que o projeto precisa de apoiadores.

O senador se comprometeu a auxiliar o coordenador do projeto, Johnny Mendes, a conseguir recursos para manter o Instituto. “Vamos conseguir esses recursos para que você possa trazer mais crianças e jovens; que, em vez de se envolverem com coisas ruins, estarão envolvidos só com coisas boas no seu projeto. O importante de tudo isso é que a gente não perca as esperanças, pois o amor constrói muito mais do que o ódio e fico feliz em ver toda uma comunidade lutando para manter um serviço tão importante que o Jhonny e o Instituto São José presta à sociedade”, frisou Aziz.

Ainda no São José, o senador se encontrou com o conselheiro tutelar da Zona Leste, Sérgio Brandão, que salientou a importância do “olhar diferenciado” que o parlamentar sempre teve em relação à estrutura dos Conselhos Tutelares no Amazonas. “O senador sempre tem nos recebido com carinho, a comunidade, principalmente, nós que estamos no dia a dia da labuta por melhorias para as nossas famílias”, afirmou Brandão, que reuniu lideranças do São José, Coroado, Zumbi e Armando Mendes.

A atenção aos conselhos tutelares do Amazonas também foi pauta na última agenda da manhã. A convite dos vereadores Eduardo Assis e Lissandro Breval, o senador esteve no Bairro Planalto e ouviu depoimentos como o da conselheira tutelar, Aná Campos, que atua na Zona Sul 1. “Quando o senhor era governador, nós tínhamos muitos programas voltados para as crianças e os adolescentes. E dentro do seu trabalho como senador eu peço que o senhor olhe com carinho para os nossos abrigos; não temos mais onde colocar as crianças, elas estão no meio da rua e dói o nosso coração ver essa situação. Precisamos de recursos para ter mais abrigos, além de atividades sociais para os nossos jovens”, solicita a conselheira.

O parlamentar solicitou aos vereadores que reforcem com o prefeito de Manaus a necessidade de aumentar o número de conselheiros, principalmente para as zonas Norte e Leste. “Temos que ampliar, porque eles são responsáveis por uma área que aumentou consideravelmente”, destacou.

Fotos: Henrique Saunier