O ano de 2021 continuou sendo desafiador para toda a indústria, com as frequentes paradas e ajustes de produção por falta de insumos na cadeia produtiva. De todo modo, o setor de motocicletas seguiu crescendo, registrando um aumento de produção de 24,2% (1.195.149 unidades) e de vendas de 26,3% (1.156.074 unidades) em 2021 quando comparado a 2020.

Neste mesmo ano, dentre os principais fabricantes de motocicletas do país, a Yamaha destaca-se por ter crescido 42% comparado com 2020, mesmo em um cenário adverso da pandemia, enquanto o crescimento alcançado pelo mercado foi de 26,3%.

E tendo em vista da necessidade de ajuste da produção ao fluxo de recebimento de insumos, a Yamaha Motor da Amazônia reduzirá parcial e temporariamente suas atividades, de 03 de março até 31 de maio de 2022, regressando ao ritmo normal no dia 01 de junho.

1. Como ficará o cronograma de trabalho dos funcionários? Quantos funcionários trabalham na empresa?
Menos de 10% dos 2.700 colaboradores permanecerá em regime de suspensão de contrato de trabalho.

2. Houve redução no recebimento de insumos? Por quê?
Impacto causado pela pandemia no fluxo de recebimento de insumos logísticos originários do Sudeste da Asia.

As relações trabalhistas serão mantidas?
Sim.

a empresa tem estoque para abastecer o mercado?

A nossa produção não será interrompida, apenas temporariamente reduzida em relação ao nosso plano inicial. O volume produzido nesse período será normalmente direcionado aos nossos concessionários para o atendimento da demanda.

É possível fazer uma estimativa de prejuízos a partir desse “desabastecimento”?
Eventuais impactos devem ser compensados ao longo do segundo semestre de 2022.