Amazonas  – No último final de semana, o pré-candidato a deputado estadual pelo Partido Social Cristão (PSC), o cirurgião-dentista Dr. Mike, percorreu os municípios de Silves, Itapiranga e Anori para identificar cadeias produtivas, que se trabalhadas de forma eficiente, têm potencial para gerar emprego, renda e garantir o ingresso de receita que permitirá a manutenção da máquina pública e a ampliação de investimentos e obras.

Em Silves, onde está situado o Campo do Azulão, a maior reserva de gás do país, a empresa Eneva prospecta investir R$ 1 bilhão na exploração do gás natural, que abastecerá usinas termelétricas para gerar energia. Os recursos desta operação ampliarão a arrecadação do município por meio do repasse de royalties, que poderão ser empregados no desenvolvimento de outras atividades, conforme prospecta Dr. Mike.

“Silves tem muitas belezas naturais e uma grande quantidade de tucunarés para fomentar a pesca esportiva, que atrai muitos turistas. A implantação e o incremento da atividade dependem da qualificação dos jovens e adultos para atender este público”, ponderou o pré-candidato.

Dr. Mike também visitou a plantação de café na região, que conta com uma espécie desenvolvida pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) para se adaptar ao clima amazônico. A cultura é mais lucrativa do que as lavouras tradicionais. “Dependendo da qualidade do fruto, uma saca de café pode ser comercializada de R$ 1 mil até R$ 3 mil. Esse valor é muito superior ao da macaxeira. O café também pode ser levado para outros municípios, desde que a população receba as orientações necessárias”, explicou.

Trabalho para acabar com as mazelas

Em Itapiranga, município em que Dr. Mike passou parte de sua juventude, o pré-candidato conheceu o drama de meninas e jovens vítimas de exploração sexual. “Circulando a noite pela cidade, vi criança grávida de 12 anos. O governo do estado desenvolve serviços sociais, mas acredito que é possível acabar com este mal, que destrói as famílias por meio d apoio e participação dos pais com incentivo a atividades rentáveis”, analisou Dr. Mike.

O município é conhecido pelo turismo religioso desde que foram divulgadas supostas aparições de Maria, a mãe de Jesus. O Santuário de Nossa Senhora Rainha do Rosário e da Paz foi declarado patrimônio cultural material e imaterial do estado do Amazonas por meio da Lei Estadual nº 5.888/2022. O pré-candidato defendeu o incentivo ao turismo religioso para proporcionar novas oportunidades de renda no munícipio.

“Quando eu estou em Itapiranga, não deixo de ir ao santuário. Lá me conecto com Deus. Muitas pessoas sentem o mesmo. Se profissionalizarmos a comunidade e ampliarmo a divulgação deste reduto de paz e sossego, os pais terão condições de conseguir oportunidades de trabalho e, com isso, poderão manter as crianças e os jovens em casa”, afirmou Dr. Mike.

Em Anori, os integrantes da Associação de Arte e Cultura (Assac) relataram as dificuldades causadas pelo desemprego. O governo do estado tem atuado intensamente no município com a distribuição de cestas básicas, kits de higiene pessoal e de limpeza nos últimos anos, mas o problema da falta de ocupação demanda a intensificação de ações voltadas ao empreendedorismo.

“Trazer indústrias para o interior é praticamente impossível por causa das longas distâncias e custos operacionais. Devemos explorar as potencialidades daqui para beneficiar os moradores. O açaí de Anori é de excelente qualidade. Investir em tecnologias para aumentar a produção, principalmente na entressafra e possibilitar o escoamento para outras regiões irá proporcionar os ganhos que a população tanto espera”, prospectou Dr. Mike.

O pré-candidato a deputado estadual salientou que o governo tem tido um papel importante no desenvolvimento da economia local, mas ressaltou que o parlamento também deve se empenhar em contribuir para o fomento de novas cadeias produtivas. “Por meio das emendas impositivas, o deputado estadual pode contribuir muito com estes projetos”, declarou o pré-candidato.

Em 2022, o valor do orçamento impositivo da Assembleia Legislativa do Amazonas é de R$ 341,6 milhões. Cada deputado pode dispor de R$ 8,5 milhões para emendas individuais e R$ 5,6 milhões para emendas coletivas.