TCE


O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou, nesta terça-feira, 26/12, a liberação da praia no complexo turístico Ponta Negra para o banho no rio Negro. Essa decisão foi tomada após a cota do rio superar a cota de 17 metros nos últimos dias, acompanhando o aumento no nível das águas devido à cheia.

 

Atualmente, a cota, registrada pelo porto de Manaus, é de 17,94 metros. Desde o dia 2 de outubro, a praia estava proibida para banhos devido à significativa vazante que afeta o Estado e o município de Manaus neste ano de 2023.

 

“Nós fechamos a praia com 16 metros e, desde o registro da menor marca da vazante para cá, da cota de 12,7 metros, foram mais de 5 metros de subida dos rios. Acredito que, com o que foi feito pela prefeitura, juntamente ao Corpo de Bombeiros, nós temos essa tranquilidade de poder reabrir o espaço da praia da Ponta Negra para o banho, tanto para o uso dos banhistas quanto para os barraqueiros aqui, que se utilizam desse espaço”, enfatizou o chefe do Executivo municipal.

 

Com o aumento no nível do rio Negro desde outubro, a prefeitura autoriza o acesso ao balneário para os banhistas. É crucial que observem atentamente as normas de segurança e medidas preventivas contra afogamentos, amplamente divulgadas nos meios de comunicação e nas placas informativas do parque.

 

A proibição de acesso à praia foi motivada pela iminência do término do aterro perene, próximo ao leito natural do rio, podendo acarretar mudanças no terreno, como buracos, desníveis e depressões.

 

O embasamento técnico para essa decisão contou com laudo e levantamento solicitados pela prefeitura ao Serviço Geológico do Brasil (SGB), além das medições realizadas pelo Corpo de Bombeiros do Estado do Amazonas (CBAM).

 

Fonte: Semcom

Foto: Divulgação