Foto - Alex Pazuello/Semed
Foto - Alex Pazuello/Semed

Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em conjunto com a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), iniciou as tratativas para ampliação de aproximadamente 1,5 mil vagas voltadas à educação infantil na zona Oeste de Manaus, para atender uma demanda que está reprimida há anos na região.

Segundo o secretário de Educação, Pauderney Avelino, a Semed estuda a possibilidade de alugar o complexo do Serviço Social da Indústria (Sesi), no bairro Alvorada 1.  “Essa contratação de aluguel é bem menor do que o valor de mercado onde está o Sesi.   Precisamos fazer essa contratação devido a demanda ser muito grande, abriremos mais de mil vagas, isso é motivo de comemoração para nós, porque vamos atender nessa região muitos alunos fora da sala de aula, ou que estão

em escolas particulares, onde os pais têm dificuldade de manter essas crianças. A determinação do prefeito David Almeida é melhorar o atendimento da educação nessa zona da cidade”, explicou Pauderney.

Para o presidente da Fieam, Antônio Silva, essa parceria é muito importante não só para o município de Manaus, mas também para o sistema da indústria. “O prédio do Sesi terá uma efetiva utilização pela secretaria de educação do município, que vai atender crianças da comunidade local. Estamos deixando um legado principal, que é a educação”, comentou Antônio Silva.

O chefe da Divisão Geral dos Distritos (DEGD), Júnior Mar, também participou do encontro e mencionou a demanda que deve ser atendida no local. “O prédio do Sesi é um excelente local para atender a demanda que temos no bairro Alvorada e adjacências.  Serão cerca de 1,5 mil crianças atendidas no ensino infantil”, disse Júnior.