Coari – A Prefeitura Municipal de Coari realiza, nesta sexta-feira (21) o último pagamento do ciclo de 12 meses dos programas sociais Direito à Cidadania, Bolsa Estágio e Mente Aberta. A partir desta data, será feito uma avaliação de resultado econômico, onde os beneficiários passarão por recadastramento. Após esse processo, terá início um novo ciclo de transferência de renda.

O prefeito Keitton Pinheiro explica que a medida é uma recomendação dos órgãos de controle interno e externo, bem como também uma determinação prevista nas leis que dispõem sobre os referidos Programas de Complementação de Renda Familiar Municipal, que foram aprovadas pela Câmara Municipal de Coari.

“Quero dizer a todos vocês que fiquem tranquilos porque nós vamos prorrogar os programas sociais, mas cumprindo todas as recomendações dos órgãos de controle, realizando o recadastramento de cada cidadão que recebe o benefício e, assim, cumprir o nosso plano de governo, que é valorizar as pessoas do município de Coari”, afirmou Keitton Pinheiro.

De acordo com as leis que tratam sobre o Direito à Cidadania, Bolsa Estágio e Mente Aberta, a complementação de renda das famílias constitui apoio financeiro temporário e será concedido pelo prazo de até 12 meses, a partir da data de execução dos programas, prorrogáveis mediante avaliação de resultados, a cargo da coordenação dos mesmos.

O principal objetivo da prefeitura é ampliar o alcance dos programas sociais na zona urbana e área rural de Coari. Atualmente, o Direito à Cidadania concede auxílio mensal no valor de R$ 300 às famílias beneficiadas, enquanto o Bolsa Estágio e Mente Aberta disponibiliza benefício de R$ 250 aos jovens contemplados.