TCE


“É a partir do grêmio que todo mundo participa, tem oportunidade de inovar e dar ideias para melhorar o desempenho da escola”, afirmou a estudante do 3º ano, Anna Victoria, 8 anos, diretora de Cultura e Artes, do grêmio estudantil do Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) Lúcia Melo Ferreira de Almeida, bairro Novo Aleixo, zona Leste.

A aluna reflete o incentivo ao protagonismo jovem dado pela Prefeitura de Manaus, no decorrer dos 1.000 dias de gestão David Almeida, a partir da criação de mais de 290 grêmios estudantis nas unidades de ensino, da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O incentivo ao protagonismo infantojuvenil integra um dos projetos voltados à contínua melhoria da educação municipal, dentro da gestão do prefeito David Almeida, que já investiu R$ 150 milhões para a transformação do ensino em Manaus. O pacote de melhorias na educação engloba revitalização de escolas, ampliação de vagas na educação infantil, programas e projetos para a acessibilidade e a inclusão social, assim como a valorização do corpo escolar.

O grêmio estudantil é o órgão máximo de representação dos estudantes das unidades de ensino, com objetivo de defender os direitos e interesses, promovendo o exercício da aprendizagem ética e cidadã. Além disso, é uma organização sem fins lucrativos com características cívicas, culturais, educacionais, desportivas e sociais.

“As crianças e os jovens atendidos pelas escolas da Prefeitura de Manaus possuem, além de todo o apoio e orientação pedagógica de excelência, atividades extracurriculares que o auxiliarão a serem cidadãos éticos e compromissados com a justiça. Por isso, os grêmios estudantis são espaços de desenvolvimento dos talentos que temos, onde nossos estudantes podem amadurecer seus pensamentos, adquirir mais responsabilidades, compreender que na vida é sempre preciso estar disposto a ajudar o próximo”, destacou o prefeito David Almeida.

*Protagonismo*

Na Semed, os grêmios estudantis constituídos são coordenados pela Divisão de Apoio à Gestão Escolar (Dage), bem como auxiliam na gestão escolar. O protagonismo infantojuvenil estimula o engajamento dos estudantes nas práticas pedagógicas, na autonomia e na capacidade para tomar decisões. Essa iniciativa pedagógica desenvolve os projetos conforme os eixos: cultural, literário, artes, promoção da saúde, esporte, lazer, comunicação, tecnologia, meio ambiente e empreendedorismo.

“Primeiro, precisamos agradecer ao prefeito David Almeida, por acreditar e apoiar essa ideia. O gestor de excelência valoriza as futuras gerações em todos os aspectos. Os nossos grêmios estudantis são, sem dúvida, um dos marcos dos 1.000 dias da atual gestão da Prefeitura de Manaus. Quero frisar que possuímos grêmios estudantis constituídos em mais de 290 escolas de ensino fundamental, anos iniciais e finais, escolas indígenas e também naquelas com modalidade de Educação de Jovens e Adultos, a EJA”, compartilhou a secretária municipal de Educação, Dulce Almeida.

*Grêmio destaque*

No Cime Lúcia Almeida, na zona Leste, o grêmio estudantil tem sido uma atividade diferente e essencial para o desenvolvimento dos estudantes de toda a unidade de ensino, conforme relatou o professor Fabrício Santos, coordenador da representação dos alunos.

“Acredito que o grêmio ajuda bastante os alunos, principalmente, a criar responsabilidades. Temos dois projetos na escola decorrentes do grêmio, um deles é o ‘Quarta da Fruta’, onde escolhemos uma turma que fica encarregada de trazer frutas e fazemos uma ‘comilança’, para estimular a alimentação saudável, além dos jogos interclasses relacionados às práticas esportivas. Sempre nos reunimos para explicarmos a importância do grêmio e ver as atividades. As nossas práticas pedagógicas sempre estão visando a melhoria dos alunos”, explicou o professor.
A estudante do 3° ano, Anna Victoria, 8 anos, diretora de Cultura e Artes, esclareceu ainda como ocorre a efetiva atuação do grêmio estudantil no Cime Lúcia Almeida. “Todo mundo é chamado a participar, ajudar e dar ideias. Por exemplo, o Dia da Fruta é a maneira que encontramos para oferecer e estimular uma alimentação mais saudável. Recebemos apoio do professor Fabrício para colocar as ideias em prática, e todos ficamos bem felizes com o resultado”.

*Foto* – Matheus Perdiz/ Semed e Mário Oliveira/Semed