Em alusão ao “Agosto Dourado”, mês de conscientização sobre a importância do aleitamento materno, a Prefeitura de Manaus realizou, nesta sexta-feira, 27/8, o evento “Proteja a amamentação: uma responsabilidade compartilhada”, no hall da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no Adrianópolis, zona Centro-Sul. A iniciativa teve o objetivo de sensibilizar os servidores sobre a importância de desempenhar o apoio à prática do aleitamento materno.

 

A ação foi coordenada pela Gerência de Creches da Divisão de Educação Infantil (DEI), em articulação com a Gerência de Ações Complementares e Programas Especiais (GACPE), e envolveu servidores e convidados.

 

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, destacou como os profissionais da educação devem atuar nesta experiência. “Eventos como esse motivam a gestão do prefeito David Almeida a trabalhar sempre na conscientização e gerar exemplos, porque o aleitamento materno significa definitivamente a vida, ou seja, é a primeira vacina que gera anticorpos para proteger os bebês”, completou.

 

O “Agosto Dourado” tem esse nome porque o leite materno é um alimento que possui a riqueza equiparada ao ouro. A professora Wissilene Brandão, gerente de creches da Semed, explicou como o bom processo de amamentação possui relação com as práticas educacionais.

 

“A amamentação colabora diretamente para o desenvolvimento das crianças, tanto intelectual, quanto com o laço afetivo com a mãe e a prevenção de doenças, sendo esses aspectos ligados ao nosso trabalho. Isso é cuidar do desenvolvimento da educação e da sociedade, sendo esse assunto muito importante, porque as escolas são um meio de comunicação com a comunidade, que pode fortalecer o momento de aleitamento de uma mãe”, pontuou.

 

Na ocasião, a servidora da Semed Fabíola Araújo, mãe de dois filhos, relatou sua experiência com a amamentação.

 

“Meu filho mamou até os três meses e minha filha, até os três anos, então sempre vi a diferença na saúde entre eles, onde meu filho sempre foi mais suscetível a doenças e minha filha mais resistente e saudável. Eu atribuo essas diferenças ao processo de amamentação”, ressaltou.

 

No evento, também houve dinâmicas com mitos ou verdades sobre a amamentação, além da apresentação do cenário kit quarto da primeira infância.

 

Histórico

 

A Semana Mundial de Aleitamento Materno iniciou em 1990, por meio de um encontro da Organização Mundial de Saúde (OMS) com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), no qual foi criado o documento “Declaração de Innocenti”.

 

Para cumprir os compromissos assumidos pelos países após a assinatura deste documento, em 1991 foi fundada a Aliança Mundial de Ação Pró-Amamentação (Waba, sigla em inglês). Em 1992, a Waba criou a Semana Mundial de Aleitamento Materno e, todos os anos, define um tema a ser explorado e lança materiais que são traduzidos em 14 idiomas com a participação de cerca de 120 países.

 

No Brasil, o Congresso Nacional sancionou a Lei nº 13.435, de 12 de abril de 2017, instituindo o Agosto Dourado como o mês do aleitamento materno. Em Manaus, foi sancionada a Lei Nº 1.925, de 13 de novembro de 2014, que instituiu, no Calendário Oficial do município, o Agosto Dourado.