Mandatário afirmou na saída da reunião entre os times envolvidos que o acordo foi firmado. Oito clubes assinaram o documento

Está criada a Libra, a liga de futebol brasileira. Em reunião na manhã desta terça-feira (3), em um hotel em São Paulo, sete clubes da Série A do Brasileiro assinaram o acordo que prevê a criação de uma liga para organizar o que hoje é o Campeonato Brasileiro. A informação foi confirmada por Andrés Rueda, presidente do Santos, na saída da reunião.

Os clubes que firmaram acordo foram América-MG, RB Bragantino, Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Santos e São Paulo. Além deles, o Cruzeiro, que disputa atualmente a segunda divisão, assinou o documento.

Agora, deverá ser feita uma nova reunião com todos os 40 clubes que disputam as Séries A e B do Brasileirão. O encontro ocorrerá na próxima semana, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. “A liga está criada. Os 40 clubes são a favor da criação da liga. Agora é só acertar as arestas e dia 12, com certeza, será uma grande festa na CBF”, declarou o presidente do Santos, Andrés Rueda.

“Houve consenso entre os 40 clubes (das séries A e B). A maioria não assinou agora por motivos burocráticos, como a necessidade de conseguir a aprovação nos seus conselhos antes e coisas do tipo”, emendou o mandatário santista.

“É um dia histórico para o futebol brasileiro. Vamos definir o quanto antes os parâmetros para iniciarmos essa associação que já deveria estar funcionando”, disse Marquinhos Chedid, presidente de honra do Red Bull Bragantino, na chegada ao hotel.

Enquanto Flamengo e Corinthians estão alinhados em conversas frequentes e almejam seguir com uma maior fatia dos direitos de transmissão televisiva, por conta de terem as torcidas mais populosas do país, Athletico-PR, Atlético-MG e Fortaleza já manifestaram nos bastidores a expectativa de que haja igualdade nas divisões das cotas de TV.

Os rumos dessa nova Liga de Clubes têm sido objeto de discussão entre clubes e grupos empresariais nos últimos meses. Liga Espanhola, Premier League e BTG Pactual fizeram ofertas a clubes brasileiros para comandar a nova associação. Em março passado, dirigente que comanda La Liga, na Espanha, esteve em São Paulo e apresentou projeto. É possível que nas próximas semanas haja novas conversas, a depender do desfecho da reunião desta terça.

 

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação