Manaus/AM – O professor Mário Nunes de Moraes, 40, que foi assassinado dentro de um motel no bairro Coroado, na manhã de hoje (21), era diretor da Escola Municipal Santa Rosa II, que fica na zona rural de Manaus.

Além disso, Mário era servidor de carreira da Semed e atuava como o titular da Gerência Administrativa da Divisão Distrital da Zona Rural da Semed, desde 2014 e também era professor de crianças das séries iniciais.

Ele era especialista em Pesquisas Educacionais, com formação pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e licenciado em Normal Superior pela mesma universidade.

Mário Nunes também era graduado em Pedagogia, pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci (2010), e estava cursando MBA em Governança Pública e Gestão Administrativa, pela Infoco Pólis Civita,

Nesta manhã a SEMED emitiu uma nota de pesar, lamentando a forma bárbara como o homem foi morto.

Segundo a polícia, ele entrou no motel acompanhado de outros dois homens, ainda na madrugada.

Minutos depois, os suspeitos abandonaram Mário já sem vida no local e fugiram pulando o muro. A polícia acredita que o professor foi assassinado com uma pancada na cabeça.

Fonte: Portal do Holanda