O Governo do Estado, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), concluiu, nesta quinta-feira (15/07), a intervenção do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim) na avenida Tarumã, no trecho entre a avenida Duque de Caxias e a rua General Glicério, zona sul de Manaus, com obras de macro e microdrenagem, que consistem na construção de galeria dupla de concreto armado, meio-fio, calçadas e redes de coleta de esgoto no leito do igarapé Mestre Chico.

Após a conclusão das obras, estão sendo realizados os serviços de pavimentação na via. “Na pavimentação asfáltica deste trecho da avenida Tarumã, estamos utilizando asfalto CBUQ e vamos entregar a via com a sinalização, tanto vertical quanto horizontal pronta”, explicou o engenheiro e subcoordenador de engenharia da UGPE, João Benaion.

Segundo a engenheira da UGPE, Tatiana Lachi, a área já está sendo preparada para liberação do tráfego, “Hoje estamos concluindo a parte de asfaltamento, e dependendo das condições climáticas, a gente termina a parte de sinalização e já podemos liberar o trânsito”, comenta a engenheira. O trecho da avenida precisou ser interditado para a execução das obras, desde o dia 10 de maio.

Igarapé Mestre Chico — A obra prevê a construção de um novo parque urbano, com mais de 15 mil metros quadrados (m²), onde serão construídas quadras para a prática esportiva, academias ao ar livre, playground infantil, praças e obras de esgotamento sanitário. A intervenção do Prosamim no local reassentou cerca de 600 pessoas, que viviam em áreas de riscos de alagações.

O coordenador executivo da UGPE, o engenheiro civil Marcellus Campêlo, afirma que a obra no trecho entre a avenida Leonardo Malcher e a Tarumã, é a continuidade das primeiras intervenções do Prosamim no igarapé Mestre Chico.

“O Prosamim é um programa de continuidade, e essa obra nesse trecho do igarapé Mestre Chico é uma obra remanescente da primeira fase do programa, que o governador Wilson Lima resgatou e tirou do papel. Dessa área foram reassentadas quase 600 pessoas e após a inauguração desse novo parque urbano do Prosamim, a população da área central da capital vai ganhar novos espaços para convívio social e prática esportiva”, afirmou Campêlo.

FOTO: Tiago Corrêa / UGPE