Rick Bonadio usou suas redes sociais para fazer críticas sutis ao funk. O produtor musical afirmou que o estilo precisa “evoluir” musicalmente e que os artistas deste gênero não podem ficar acomodados na mesma batida só porque faz só porque faz sucesso. Anitta, Lexa e Luísa Sonza se posicionaram e classificaram o comentário como elitista e preconceituoso.

“Eu sinto a necessidade de criticar algumas situações. O funk precisa evoluir. Os funkeiros precisam ousar evoluir musicalmente para crescer”, afirmou Rick. “Apenas um dos milhares de comentários pejorativos dos ‘entendedores’ de cultura na época em que a grande Bossa Nova foi lançada”, respondeu Anitta.

“Não dá para aceitar que sempre a mesma batida com letras de putaria seja algo necessário ou a ‘cultura do país’. De qualquer forma, respeito todos do funk”, continuou o produtor. “Mesma batida?. Você deve ter parado de pesquisar desde seu último álbum de sucesso. Mesmas letras? Aceito”, rebateu a funkeira de Honório Gurgel.

“Infelizmente cada um canta uma letra compatível com o nível educacional e cultural que lhe é oferecido. Nesse caso, pelo governo brasileiro para com suas comunidades”, explicou a cantora, que continuou detonando Bonadio.

“Por que vocês acham que essa galera do ‘business’ não ousa falar de outros ritmos? Porque existem grandes empresários por trás, aí a briga dói no bolso. Mas já com os funkeiros, quem vai brigar por eles”, acusou Anitta.

“O funk evoluiu e cresceu tanto que estava no Grammy. É preciso respeitar nosso movimento. O funk é cultura, é música e está quebrando barreiras sim”, rebateu Lexa, mencionando a apresentação com a música do DJ Pedro Sampaiona cerimônia do Grammy 2021 no domingo (14).

“Pensamento elitista, preconceituoso e burro. Eu estudei muito e conheço muito de música e é só por isso que digo com tranquilidade que o funk vai ser o maior ritmo brasileiro reconhecido em todo o mundo. Quer vocês, ‘elite musica queiram ou não”, disparou Luísa Sonza.

 

 

Fonte: Notícias da tv

Foto: montagem