TCE


Gigante da Colina vai torcer por um tropeço do Bahia diante do São Paulo para não entrar no Z4

 

Em confronto direto na luta contra o rebaixamento, o Corinthians contou com uma noite inspirada de Romero para vencer o Vasco da Gama, por 4 a 2, de virada, em pleno São Januário, pela 35ª rodada do Brasileirão.

A vitória diante de 20 mil pessoas praticamente garante o Corinthians na Série A em 2024. Com 47 pontos, o Timão subiu para o 11º lugar. Por outro lado, o Vasco da Gama perdeu uma invencibilidade de seis jogos, estacionou nos 42 pontos e corre o risco de entrar na zona de rebaixamento.

Na 16ª colocação, o Gigante da Colina vai precisar torcer para o São Paulo ganhar do Bahia, em Salvador, nesta quarta-feira (29). O Esquadrão tem 41 pontos e levaria a melhor nos critérios de desempate.

Superou as expectativas
Logo aos 3 minutos, Lucas Piton cruzou, e Puma Rodríguez, livre de marcação, cabeceou para o chão e encobriu Cássio. A vantagem do Vasco, porém, durou apenas dez minutos. Bola na área cruz-maltina, Giuliano ajeitou, e Romero, também de cabeça, mandou no canto de Léo Jardim.

Empurrado pela torcida, o Vasco não se abateu e, depois de Caetano evitar o segundo gol de Puma Rodríguez, voltou a ficar na frente aos 24 minutos. Em mais uma bola cruzada na área, Vegetti se antecipou a Caetano e acertou um bonito sem pulo no cantinho de Cássio.

Na frente, o Vasco recuou e deixou a bola com o Corinthians, que trocava passes esperando achar um espaço na defesa adversária. A recompensa veio aos 45 minutos. Fagner cobrou escanteio, Lucas Veríssimo cabeceou, e Romero deixou tudo igual.

Virada do Timão
O Vasco começou o segundo tempo com mais posse de bola, mas quem marcou foi o Corinthians. Aos 15 minutos, Moscardo recebeu de Renato Augusto e soltou a bomba, sem chances para Léo Jardim. A torcida cruz-maltina ficou em silêncio.

As mudanças feitas por Ramón Díaz deixaram o Vasco bastante ofensivo. O time, porém, abusava dos cruzamentos para dentro da área, irritando os torcedores presentes em São Januário. Rossi era um dos jogadores mais criticados.

A pá de cal veio aos 48 minutos. Matheus Araújo fez grande jogada individual e cruzou rasteiro. Giovane apareceu livre de marcação e fez o quarto do Corinthians. Jogadores dos dois times se estranharam depois do gol.

Próximos jogos
Pela penúltima rodada, o Corinthians recebe o Internacional, no próximo sábado (2), em São Paulo (SP), e o Vasco visita o Grêmio, no domingo (3), em Porto Alegre (RS).

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 4 CORINTHIANS

Local: estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e horário: terça-feira (28), às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (Fifa-DF)
Auxiliares: Leila Naiara Moreira da Cruz (Fifa-DF) e Kleber Lucio Gil (SC)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (VAR-Fifa-RS)

Gols: Puma Rodríguez, aos 3’/1°T, e Vegetti, aos 24’/1°T (Vasco); Romero, aos 13’/1°T e aos 44’/1°T, Gabriel Moscardo, aos 15’/2°T, e Giovane, aos 48’/2°T (Corinthians)

VASCO: Léo Jardim; Puma Rodríguez (Paulo Henrique), Capasso (Zé Vitor), Medel e Lucas Piton; Zé Gabriel, Paulinho (Rossi), Jair (Sebastián Ferreira) e Payet; Gabriel Pec (Alex Teixeira) e Vegetti. Técnico: Ramón Díaz.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Lucas Veríssimo, Caetano e Fábio Santos; Maycon (Cantillo), Gabriel Moscardo, Giuliano (Giovane) e Renato Augusto (Bruno Méndez); Romero (Wesley) e Yuri Alberto (Matheus Araújo). Técnico: Mano Menezes.

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação