Conhecida como Hello Kitty, Rayane Nazareth Cardozo da Silveira, nasceu em dezembro de 1999 e tinha uma vida considerada normal. Para se ter uma ideia, tinha até o costume de frequentar cultos evangélicos. Porém, as coisas mudam em 2018, quando ela foi identificada pela Polícia Civil como envolvida em alguns roubos da região até ser fuzilada nesta sexta-feira (16), pela polícia do Rio.

De acordo com Uol, rapidamente Hello Kitty ficou conhecida por sua forte atuação no tráfico em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Ela, inclusive, tinha audácia de postar nas redes sociais fotos com armas de grosso calibre.

Ela, que já foi presa por tráfico, era investigada por envolvimento em outros crimes como roubos e homicídios. Segundo a Polícia Civil do Rio, os investigadores afirmam que o pai dela, conhecido como Vinte Anos, chefiava o tráfico na Comunidade do Salgueiro, e a filha era a gerente.

Há dois anos, a polícia fez uma grande operação para prender pai e filha, mas ambos escaparam. A suspeita foi morta em uma operação policial após troca de tiros com policiais.