Peixe foi superado pelos venezuelanos do Táchira em plena Vila Belmiro; técnico encerra trajetória iniciada há cinco meses

O técnico Fabián Bustos está fora do Santos. A demissão do argentino ocorre após a eliminação para o Deportivo Táchira na Copa Sul-Americana.

Como já aconteceu em ocasiões anteriores, o auxiliar fixo Marcelo Fernandes assume o posto até a chegada do novo comandante. Há vários nomes cogitados — leia mais a seguir.

A diretoria aproveitou para iniciar uma reestruturação do Departamento de Futebol. O executivo de futebol, ex-zagueiro e ídolo Edu Dracena entregou o cargo horas antes. Ele estava na função desde outubro de 2021. Também saem do clube os auxiliares Lucas Ochandorena e Carlos Caicedo, o preparador físico Marcos Conenna, o gerente de futebol Guilherme Lipi e o assessor do gerente Arnaldo Hase.

Foi a primeira vez que um clube venezuelano superou o Peixe na história e, também de forma inédita, eliminou um clube brasileiro em uma competição oficial no Brasil: 1 a 1 no tempo normal e 4 a 2 na cobrança de pênaltis pelas oitavas de final da “Sula”.

Revoltada, a torcida santista quebrou placas no entorno da Vila Belmiro, onde a partida foi disputada na noite desta quarta-feira (6).

Trajetória, empenho e queda

Anunciado em 25 de fevereiro, Bustos chegou em 2 de março e comandou o Peixe em 28 partidas — com oito vitórias, 12 empates e oito derrotas, um aproveitamento pouco superior a 40%.

Bustos não esteve à beira do gramado em outros dois compromissos porque estava suspenso. O compatriota e assistente Lucas Ochandorena desempenhou a função na vitória por 3 a 0 sobre o Curitiba, pela Copa do Brasil, e empate em 0 a 0 com o Corinthians no Campeonato Brasileiro.

Quem pode chegar

Para o lugar de Bustos é cogitado Odair Hellmann — que, em princípio, prefere continuar em Dubai, onde vive com a família e tem investimentos, até a Copa do Mundo do Catar. Tiago Nunes é outro lembrado nos bastidores santistas. Ambos estão sem clubes — assim como o antecessor de Bustos, Fábio Carille.

Juan Pablo Vojvoda, do Fortaleza, e Jorginho, do Atlético-GO, igualmente despertariam interesse de parte da direção do Peixe, mas nenhuma sondagem é confirmada.

O próximo compromisso do Alvinegro Praiano será justamente com o Atlético-GO: domingo (10), às 18h, contra o Atlético-GO. O Peixe é o 10º colocado, com 19 pontos. Os goianos ocupam a 16ª posição, com 17.

 

 

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação