Parlamentar repudia postura anti-ciência de presidente da república, que atrasa o avanço da imunização Após o presidente Jair Bolsonaro atacar novamente a vacinação de crianças e do exército brasileiro contra a Covid-19, o senador Omar Aziz (PSD-AM) criticou a postura do chefe de Estado brasileiro, destacando a importância de acreditar na ciência.

“É preciso acreditar na ciência não só para quando o senhor se sente mal, mas para nós brasileiros que temos perdido pessoas querias, amigos, parentes e brasileiros que não têm oportunidade de ter acesso àquilo que o senhor teve quando se sentiu mal. Quando é com o presidente, ele procura um especialista, o que está certo. Mas assim como o senhor procura um especialista, precisamos ouvir os verdadeiros especialistas com relação a vacina”, afirma.

Outra postura nociva de Bolsonaro apontada pelo senador é o questionamento do presidente sobre possíveis interesses excusos da Anvisa em relação à vacina, incluindo novos ataques à imunização de crianças de 5 a 11 anos, aprovada pela agência. Para Omar Aziz, não há dúvidas de que o interesse principal da Anvisa é salvar vidas.

O senador também criticou a falta de conhecimento do presidente da realidade amazônica, após Bolsonaro atacar a determinação do comando do exército de pedir para que os soldados brasileiros se vacinem. “Isso é prática comum no Amazonas, se imunizar contra febre amarelo, hepatite, justamente para poder cumprir o papel social que é de responsabilidade do exército na Amazônia”, completa Omar.