Técnica pioneira no Brasil, escola foi construída em área de várzea, levando em conta a relação da população local com a enchente e vazante do Rio Solimões.

A educação em Manacapuru ganhou o reforço de nova escola e quadra poliesportiva com uma inovação na infraestrutura, pioneira no país. Com apoio do senador Omar Aziz (PSD-AM) e do deputado federal Sidney Leite (PSD-AM), o complexo educacional atenderá mais de dez comunidades ribeirinhas. A inovação foi construída sobre lajes de pilotis em área de várzea, levando em conta a relação da população local com a enchente e vazante do Rio Solimões.

Esta tecnologia na infraestrutura atende a uma demanda específica do Amazonas, permitindo o funcionamento normal da escola e da quadra durante todo o ano letivo, mesmo no período de cheia. Inaugurada ao lado do prefeito de Manacapuru, Beto D’Angelo, a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Presidente Kennedy e a Quadra Poliesportiva Almir Batista da Silva, na comunidade Rainha dos Apóstolos, atenderão pelo menos 250 crianças, além de outros jovens de comunidades vizinhas para práticas esportivas. Também serão beneficiadas pela nova estrutura comunidades ribeirinhas como Nova Canaã, Lírio do Vale, Menino Deus, Costa do Ajaratuba, Costa do Ajaratubinha, Costa Paratari, entre outras.

Para o senador Omar Aziz, essa e as demais escolas inauguradas pela atual administração de Manacapuru são um exemplo para todo o Brasil dos desafios e das peculiaridades de se investir em educação no interior do Amazonas. “Com o esforço dos educadores, vamos formar pessoas que possam continuar ajudando essa comunidade. Me orgulho de poder ajudar prefeitos que trabalham como o Beto D’Angelo e isso é uma obrigação nossa, não estamos fazendo nenhum favor. Governar não é só falar, é ter sensibilidade, é saber se colocar no lugar do outro”, ressaltou Omar.

O prefeito Beto D’Angelo reforçou que obras inovadoras como esta só são possíveis com o apoio de parlamentares que se preocupam com o interior do Amazonas. “Lá em Brasília, o senador não abre as portas só para mim, mas para cada morador de Manacapuru representado por mim. Trabalhar nessa cidade, que tem três tipos distintos de região, se faz necessário que tenhamos parceiros como o senador Omar, que contribui muito com essas conquistas”, enfatizou o prefeito.

O presidente da Comunidade, Raimundo do Carmo, que recebeu a escola, afirmou estar emocionado com a nova estrutura e com a diferença que a escola irá fazer na vida das crianças e adolescentes. “Para quem estudou um pouquinho que nem eu, em uma escola simples e deteriorada, poder ver os jovens estudarem numa escola bonita como essa é uma felicidade imensa. Quando os outros prefeitos diziam que não tinha recurso, que o município estava falido, veio esse homem e mostrou o trabalho, mostrou que poderia ser feito”, disse Raimundo emocionado.

A professora Eleni Ferreira Costa, gestora da Emef, destacou que a escola representa uma revolução na educação do município. “O prefeito ergueu Manacapuru. Hoje podemos dizer que o município está lindo e cheio de obras, mas também podemos dizer que temos um prefeito que olha para a Zona rural. Estava sem esperança, com o sentimento de que não havia evolução na educação de Manacapuru. Estamos aqui hoje provando que o Prefeito está fazendo uma verdadeira revolução na administração do município na zona ribeirinha”, salientou a educadora.

Legado de inclusão reconhecido
Mais de mil manacapuruenses tomaram a principal avenida da cidade, no final da tarde desta sexta-feira, para uma caminhada em apoio à causa das pessoas com deficiência. Crianças e jovens com necessidades especiais finalizaram a caminhada com apresentações artísticas e uma homenagem ao legado de Delphina Aziz à frente da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), falecida em 2018 aos 83 anos.

O senador Omar recebeu pessoalmente a homenagem em nome de sua mãe e se emocionou ao relembrar de sua relação com a luta pelos direitos dessas pessoas. Além de uma placa em honra à Dona Delphina, o senador também recebeu de alunos da Apae pinturas em tela que retratam os costumes de Manacapuru

“Participar dessa caminhada tem todo um significado especial, pois tenho uma filha que era deficiente e faleceu aos 17 anos. Foram 17 anos de muita dedicação a ela, que eu só consegui porque tive muito apoio da minha mãe, Dona Delphina, que lutou não só por sua neta, mas por cada criança especial.”, recorda Omar.

Na ocasião, o senador também se comprometeu a sempre ter a causa das pessoas especiais como prioridade, além de participar da assinatura de convênio com a prefeitura de Manacapuru para a construção de mais 3 escolas municipais.