Walter Casagrande concedeu uma entrevista ao Domingo Espetacular após sair da TV Globo com 25 anos na emissora, e falou abertamente sobre temas como o vício em drogas, ataques que recebe nas redes sociais, ostentação no futebol, a saída da emissora e outros asssuntos.

O ex-jogador afirmou que por se posicionar sobre temas importantes, acaba recebendo os ataques: o. “Hoje as pessoas me chamam de viciado, drogado, financiador do tráfico, e acham que é crítica. Isso aí é ataque, não é liberdade de expressão. Eu sou dependente químico igualzinho aos que estão lá na Cracolândia. Igualzinho. Se eu vacilar, se eu não prestar atenção nos meus comportamentos, eu vou pra rua, entende?”, desabafou ele na entrevista a Carolina Ferraz.

O comentarista esportivo afirma que tem alguns projetos para o futuro, como a ideia de trabalhar para a prevenção do uso de drogas nas escolas.

Ainda na entrevista, ele falou que não esperava o fim de seu contrato com a Globo antes da Copa do Mundo de 2022.

Fonte: Terra