Uma idosa de 70 anos, identificada apenas como M.O.C, perdeu R$ 100 mil ao cair no golpe do bilhete premiado. O caso ocorreu na rua Enguaguaçú, em Santos, no litoral sul de São Paulo. As informações são do portal Diário do Litoral.

A mulher relatou à polícia que foi abordada por um homem no momento em que entrava no seu carro. Ele pediu a informação sobre um endereço e, nesse momento, uma outra mulher se prontificou a ajudá-lo.

Então, os dois começaram a conversar sobre Quina premiado e a idosa prestou a atenção. Nesse momento, o homem afirmou que estava com um bilhete, mas, por ser testemunha de Jeová, não poderia receber o prêmio.

Vídeo relacionado: “Ela é muito perigosa” – Idosa de 94 anos agredida pela namorada do neto

A mulher propôs para a idosa que elas comprassem o bilhete por R$ 200 mil. Com isso, a vítima arcaria com a metade, R$ 100 mil.

A idosa aceitou e todos foram para uma lotérica, localizada na avenida Epitácio Pessoa. A mulher confirmou a legitimidade do bilhete e relatou para a vítima.

Nesse momento, a idosa foi até a sua agência no Banco do Brasil e transferiu R$ 100 mil para o golpista. Quando retornou, o casal havia desaparecido.

O advogado Hemilton Carlos Costa, que representa a idosa, informou que “tudo contribuiu para que ela ficasse desatenta. Estou pedindo à polícia que investigue o banco, por intermédio das imagens das câmeras. Já sabemos que há mais pessoas envolvidas além do casal golpista, que vieram em outros carros. Ou seja, deve ser uma quadrilha especializada no golpe”.

Além disso, ele pediu que a polícia apure o banco digital para descobrir o nome do cliente para o qual o dinheiro foi transferido.

O caso foi registrado no 3° Distrito Policial de Santos como estelionato e fraude. A polícia continua investigando a ocorrência.