Foto: Divulgação

Gilciney Dias da Silva, de 55 anos, foi preso suspeito de matar estrangulada a técnica de enfermagem Luciane Gonçalves de Souza, e deixá-la dentro do porta-malas do carro do casal, na rua São Sebastião, bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus. O crime aconteceu na madrugada do dia 16 de setembro, e o corpo foi encontrado na manhã do mesmo dia.

Gilciney Dias da Silva, 55, se apresentou no 20° Distrito Integrado de Polícia (DIP) acompanhado de advogados e confessou o crime. Ele teve a prisão preventiva decretada. O criminoso estava escondido em uma comunidade próxima ao município de Manacapuru, mas decidiu se entregar por medo de ser executado por pessoas revoltadas com o crime.

O casal tinha um relacionamento há mais de 30 anos. A família afirma que eles brigavam constantemente mas que ela nunca teve coragem de denunciar as agressões que sofria. Gilciney responderá por homicídio.