AMAZONAS – A Prefeitura de Itacoatiara anunciou nesta quarta-feira (27), a exoneração do técnico de enfermagem acusado de estuprar uma grávida de 24 anos, no Hospital Regional José Mendes.

O suspeito atuava no Hospital do município pela Semsa e também era concursado do Governo do Estado e tinha o cargo de vigia no mesmo hospital.

A  jovem denunciou o caso na segunda-feira (25), relatando que foi dopada e abusada sexualmente pelo técnico após dar entrada no hospital sentido fortes dores no estômago.

Após a vítima denunciar o caso e passar por exames de corpo e delito que comprovaram o estupro, ele foi afastado de suas funções e exonerado pela Semsa e Prefeitura do município.

O prefeito da cidade, Mário Abrahim, emitiu uma nota lamentando o ocorrido e afirmando que a mulher e a família dela estão recebendo apoio por parte do hospital e da Secretaria de Saúde.