Os dois atletas foram medalhistas olímpicos em Tóquio e foram anunciados na manhã desta quarta-feira (18)

Medalhistas olímpicos nos Jogos de Tóquio, a tenista Luisa Stefani e o nadador Fernando Scheffer serão os porta-bandeiras do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile. Eles foram escolhidos pelo COB (Comitê Olímpico do Brasil) para carregar a bandeira nacional na cerimônia de abertura do grande evento, na sexta-feira, a partir das 20h30 (de Brasília), no estádio Nacional do Chile.

“A escolha dos porta-bandeiras é sempre muito importante para o COB. E termos a Luisa Stefani e o Fernando Scheffer nos representando na cerimônia de abertura é uma honra para todos nós. São dois grandes atletas, vencedores, medalhistas olímpicos e que ainda darão muitas alegrias ao torcedor brasileiro”, comentou o presidente do COB, Paulo Wanderley.

Luisa e Scheffer conquistaram a medalha de bronze na Olimpíada de Tóquio, em 2021. Luisa subiu ao pódio ao lado de Laura Pigossi na chave de duplas do tênis feminino. Já o nadador faturou o bronze nos 200 metros livre. Ambos também têm medalhas pan-americanas no currículo.

A tenista faturou o bronze ao lado de Carol Meligeni nas duplas nos Jogos Pan-Americanos Lima-2019. Scheffer conquistou duas medalhas de ouro e uma de prata na mesma edição do Pan.

“Fernando e Luisa são grandes atletas do esporte nacional, que fizeram história nos Jogos Olímpicos de Tóquio com medalhas emocionantes. Assim, para o Comitê Olímpico do Brasil é uma alegria poder homenageá-los com a honra de carregar nossa bandeira na abertura dos Jogos Pan-americanos de Santiago. Tenho certeza de que representarão muito bem os mais de 600 atletas e 1000 integrantes da nossa delegação”, comentou Rogério Sampaio, diretor-geral do COB e chefe da missão brasileira em Santiago.

Luisa celebrou a oportunidade. “Fiquei muito feliz e emocionada com esse convite para ser porta-bandeira. Sou muito fã de esporte desde pequena e continuo sendo. Fazer parte do Time Brasil e carregar essa bandeira ao lado de tantos atletas, que continuam me inspirando, é uma grande honra. Nada se compara a isso”, declarou a atleta paulista.

“Fiquei muito feliz de ser o porta-bandeiras. Estive nos Jogos Pan-americanos em Lima, fui campeão, fui para Tóquio em 2021, conquistei a medalha de bronze, agora vou para meu segundo Jogos Pan-Americanos e recebi essa honra de carregar a bandeira nesse desfile. É muita alegria muito grande”, comentou o nadador gaúcho.

 

 

Fonte: R7

Foto: Divulgação